27 de julho de 2008

Um pouco de mim, um pouco de todos nós

Simplesmente

Querer amor
Sentir dor
Falar, pensar
Agir...nem sempre

Começar, recomeçar
E fazer tudo de novo
Construir, derrubar
E querer voltar no tempo

Parar no sinal vermelho - ou não
Cantar alto no chuveiro

Sentir que o fim se aproxima
E correr para o outro lado
Ou pelo menos tentar

Pequenas coisas
Que nos formam
Compondo minuciosamente
Nosso coração
Nossa mente
Simplesmente.

11 comentários:

Menina do Rio disse...

Pequenos fragmentos que constroem nosso caminhar.
Lindo poema, lindinha

Tem uma bela tarde de domingo e uma semana maravilhosa, querida

Rainha dos Raios de Sol disse...

Sabe, estava precisando mesmo vir aqui.

E ler sua poesia simples e sem floreios!

Amo seu blog...

Beijos

Sofi *-* disse...

Ainn que liinda!!
ameei vou te linkar ;) *-*
beijoooes

Aline disse...

Somos feitos de particulos pequenininhas que juntam formam um lindo arco-iris que leva o nosso nome.

bjm

Lampejos disse...

Carol,

Tecido revestido de sentidos e sentimento..desta massa que somos feitos.

Tuas palavras: maravilhosa salva-vidas para esse momento!

(a)braços,flores,girassóis :)

biazinha disse...

De fragmento em fragmento constrói-se um império...tudo na vida é contrução passo a passo.

Beijos.*

Rosi Araújo disse...

Oi Carol, tempos que não vinha por aqui... obrigada pela última visita. Lindos poemas! Parabéns...
Beijos =*

F. Reoli disse...

Você escreve com uma leveza e uma feminilidade apaixonante e sabe ir buscar nichos escondidos da natureza humana... beijos

fernando disse...

Oi gatinha!
bom....vou REcomentar
cada um desses pedacinhos são importantes...
espero ser um dos bons pedacinhos que constroem vc!
te amo

Bianca Feijó disse...

Simplesmente lindo!
Nao parei no sinal vermelho, e quando o fim do poema se aproximou nao corri para outro lado...

B.E.I.J.O.S

Mary West disse...

Lindo lindo!! E queremos mesmo,mais do que ontem, hoje e sempre!