27 de outubro de 2007

Um poema menos triste agora...

Renascimento

Sinto que devo escrever
Para me libertar
Abrir minhas asas e voar
Ou qualquer outra analogia
Que signifique libertação

Continuo escrevendo
Sem assunto, sem tema
E assim sigo meu poema
Para ver se consigo
Sair do buraco em que me encontro

Quero voltar a ser o que era
E esse é o único meio
O único que eu não receio
Que vá falhar
Por isso vou escrever

E escrevendo vou voltando
A ser o que sempre fui
Vou reaprendendo a viver

Um comentário:

fernando disse...

ahhhh meu amor!
tah lindo
como todos os seus poemas!
te amo demais!
vc eh tudo!