28 de novembro de 2007

Tanta coisa pra fazer...eu nem sei por onde começar

Perdida
Muitas vozes me cercam
Mas não me guiam

Sentada
Esperando que algo aconteça
Porém sem certeza

Calada
Minha fala some
No vazio do meu pensamento

Caída
Sentada, calada
E perdida.

2 comentários:

D y a n e P r i s c i l a disse...

Olá Flor, cá eu estou eu!
Pois bem adorei a poesia, estar perdido, dependendo da perspectiva vista pode ser um acalanto , que nos transpõe a ver um novo horizonte, se perder pode ser o nosso único caminho, pois se não o fosse, não estaríamos então, por bem,ou por mal.Perdidos.


Obrigada por ter visitado meu blog, passe lá com mais frequência , pois sempre estarei avistá-la aqui!

Beijos e bom resto de semana!

fernando disse...

não precisa se sentir perdida...são algumas vezes q agente se sente perdido...mas sempre q eu te vejo....noto a minha função na vida...melhorar a sua!
te amo