9 de fevereiro de 2009

Isso que dá ficar em casa...

Poema de ajuda
(de auto-ajuda só pra quem escreveu)

E o ódio?
Por mais que não se acredite
Ele passa

E a ignorância?
Pagando-se na mesma moeda
Fica simples enfrentar

E o esquecimento?
Sentir-se deixado para trás é horrível
Mas sempre se pode correr atrás

E a tristeza?
Coloque sua roupa favorita e saia dançando
Nem que seja no seu quarto

E a incapacidade?

Acho que não existe pior situação do que esta...

Contudo, se sentir incapaz
Te mantém estagnado

Não saber o que fazer
É melhor do que não poder fazer nada

Então, que sua maior luta seja contra a incapacidade

Obtenha força prara seguir
Independente da sua fé
Em Deus, em santos, em você mesmo

Mas não páre nunca
De lutar contra essa inércia de atitude
Superando a cada dia
As situações que aparecerem.

(Tiro os olhos da página do livro
E pela janela vejo a chuva cair
Quero correr lá fora
E purificar-me deste desânimo!)

4 comentários:

sathio disse...

certamente, a incapacidade é de tudo o pior. Mas, o Cristo em cada um de nós nos ajudam superar. Li uma frase muito bela de um desses homens enigmáticos, quando agonizando por longos anos numa cama enfermo, esse vendo o olhar de piedade de um amigo, disse: tenha pena de ti, pois aqui é onde encontro a redenção. Belo poema queira! Beijo no coraçaõ poético.

Gu Japinha disse...

inércia é foda mesmo... eu estava numa enorme, mas agora eu estou saindo dela e com louvores... rs

e da proxima vez em que desejar (não soh correr na chuva) algo, vá e faça. Você vai se sentir CAMPEÃ MUNDIAL DA FELICIDADE!!!

Bella disse...

Tá certinha Carol!!! Que ão paremos nunca de lucar contra a incapacidade! Adorei teu poema!

Mary West disse...

Sempre tentar vale muito a pena. ;)