1 de janeiro de 2009

Não queria começar o ano novo assim, mas...

Eu espero

Enquanto você insiste
Em provar que é capaz
Em saber cada vez mais

Enquanto você conversa
Com amigos superficiais
Com pessoas iguais

Enquanto você passeia
Por caminhos já trilhados
Por espaços visitados

Enquanto você ri
Da desgraça que não tem fim
Do homem, da criança, de mim

Eu espero que o tempo passe
E te traga de volta
E te faça lembrar
Do que de fato importa

Enquanto eu te espero
Penso que jamais cogitei
Escrever um poema assim pra você.

3 comentários:

Juan Carlos disse...

Nossa...
Eu fiquei sem palavras para descrever este texto...
Lindo, triste, cheio de intensidade e sentimento...
Ficou lindo mesmo...
Você é demais, né
=D
Desejo tudo de bom nesse ano para você, Carolzinha...
Você foi uma das melhores pessoas que conheci este ano
Beijão

Gu Japinha disse...

E ai Carol!!!
Apesar de vc estar assim, digamos sensivel, desejo um ano novo especial e que voce atinja todos seus desejos, sonhos e a felicidade principalmente.
Grande bjo pra ti Carol
E melhora esse animo ai Guarulhense.
:-)

Mary West disse...

Eu espero tb tantas emoções em 2009