9 de dezembro de 2008

Achei esse poema perdido no meu caderno...levemente revoltado rs

Porta afora

Então vai
Saia de perto de mim
Pegue a mala
E jogue todas as suas crenças
Todo o seu conhecimento
Tudo o que você tanto preza
Lá dentro

Então vai
Ande e não olhe pra trás
Eu não vou estar na janela
Muito menos atrás de você
Se você só quer saber de si mesmo
Que culpa tenho eu
Agora, só me resta esquecer

Então vai
Não me olhe desse jeito
Não me peça pra voltar
Eu não quero saber
Para onde você vai
Não me telefone hoje
Eu não vou atender

Então vai
Feche a porta quando sair
Deixe a chave que eu tranco depois
Você não vai mais entrar
Sem pedir licença
Como fez com o meu coração
Saia logo, que eu quero recomeçar a viver.

11 comentários:

Mary West disse...

É isso aí. Um poema ao estilo I will surviver. :D

Carol Xu Bizon disse...

oooooooooiiiiiiiiiiiiii
vc ta bem?!??!

bjukas e uma ótima semana pra vc! =D

Menina do Rio disse...

Tá certo, lindinha! Não tem como conviver quando há egoísmo, quando as pessoas tornam-se individualistas, pois o melhor da vida está e compartilhar
Não sei se ando sumida, ou és tu.

Te deixo um beijinho de boa semana

Juan Carlos disse...

show de bola hein
XD
massa demais
adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
=D
cada verso...
lindo demais
beijão
adoro você demasiadamente
xD

Diogo Caceres disse...

Oi, boa tarde!! Beleza de blog o seu... sempre muito bom qdo deixamos o coração falar através das linhas de nossos cadernos.
Parabens pelo blog!!!!

Gu Japinha disse...

compartilhando meu tempo de internauta com esse blog que adoro (ate gosto de poesia por causa dele)... Hehehe...
Grande bjo e otéma semana... rs

Leandro BLuz disse...

Muito bom !!

Ainda bem q vc o reencontrou e o salvou !!!

Beijos

Melca disse...

Gostei =D

fernando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
fernando disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Glísia de Souza disse...

Nossa gostei muito desse. Ele é bem forte. Mas aconteceu algo que o inspirou?
Bjão e finalmente tenho um blog :)
Qundo puder entra lá: http://penoutero.blogspot.com/