21 de fevereiro de 2008

A inspiração vem quando não se espera...não importa quando ou onde

Jornada diária

A cena mais banal
Mais comum
Num instante
Se modifica
E ganha significado
Simplesmente faz sentido

A chuva é simples
O ônibus, tão cotidiano
O cansaço é óbvio

O instantâneo, o surpreendente
É que muda tudo
É o que nos une
A nós mesmos
E nos faz perceber
Que nós também não somos assim
Tão comuns
Tão simples
Tão fáceis
Tão banais.

5 comentários:

Cassandra Brunetto disse...

Oi, mocinha!

Mto legal o texto!

Concordo plenamente!

Beijo e boa semana!

Rainha dos Raios de Sol disse...

Sagrada inspiração.

Ninguém entende seus mistérios.

Ninguém compreende sua simplicidade.

Belo post!

beijos

fernando disse...

ah...tah lindo...te amo demaiiiis!

Gu Japinha disse...

onibus, cansaço... ai ai parece meu dia a dia... rs

adorei!
bjus

Mr. Fart disse...

Muito bonito mesmo. Sua pena é perfurocortante, qualidade rara.